Ipem encontra irregularidades em bombas de postos em Sarandi

212

Márcio Gomes – Equipe Pinga Fogo

O Procon e o Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) realizaram em Sarandi, uma fiscalização para apurar a qualidade do combustível vendido na cidade e o funcionamento das bombas dos postos.

Ao todo 11 postos foram inspecionados e segundo o Procon, quanto a qualidade do combustível, não foi encontrada nenhuma irregularidade. Todos os estabelecimentos visitados cumprem as diretrizes da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

Quanto aos equipamentos, foram analisadas 77 bombas, sendo que em 24 delas foram encontradas irregularidades. As falhas apontadas são passíveis de autuação em pelo menos nove bombas.

As empresas flagradas agora são alvos de processos administrativos, onde poderão se defender. As penalidades vão de advertência à multa que pode chegar a 1 milhão e 500 mil reais.

O Procon de Sarandi garante que nenhuma das irregularidades afeta diretamente o consumidor. “Em que pese a fiscalização acabar por reprovar algumas bombas, os quesitos técnicos que ensejaram a autuação não são aqueles que refletem no bolso do consumidor, ou seja, as reprovações não se deram por situações que viesse a dar prejuízo a quem fosse abastecer. Até então, seguimos sem ter alguma constatação do tipo em Sarandi” disse Lucas Dornellos, coordenador do órgão.


OUÇA A REPORTAGEM DA RÁDIO DO PINGA FOGO – 870AM

Com informações da Assessoria