Representantes da empreiteira Extracon estiveram na Câmara de Maringá na tarde desta segunda-feira (02) e prestaram informações sobre o andamento da obra de recuperação do contorno sul.

A empresa deixou a obra no final de julho e isso tem gerado grande insatisfação por parte de motoristas e levou o vereador Doutor Jamal (PSL) a propor a abertura de uma CPI para investigar o contrato.

O engenheiro responsável pela obra e o advogado que representa a construtora alegaram que os trabalhos foram suspensos a pedido do Governo do Estado, que estaria realizando ajustes no convênio firmado com a prefeitura. Os representantes ainda garantiram que a empresa ainda não recebeu todo o valor devido pelo serviço até agora prestado.

De acordo com o vereador Doutor Jamal, os representantes se comprometeram em levar à direção da empresa a solicitação para que haja uma prestação de contas e um esclarecimento de dúvidas sobre a obra no plenário da Câmara.

Ao final do encontro eles não quiseram gravar entrevista com nossa equipe (foto), mas enfatizaram que ao contrário do que está sendo criticado pela população a empresa não abandonou a obra e apenas aguarda a autorização do município e do governo do estado para retomar o trabalho. Sobre o pedido de reajuste no valor do contrato, o engenheiro garantiu que se trata de um trâmite absolutamente legal e não é o motivo da suspensão temporária da obra.